Search
Close this search box.
P U B L I C I D A D E

Porto Alegre fecha comportas do Guaíba para evitar inundação

Município também decretou situação de emergência nesta quinta-feira (2).
Prefeitura determina fechamento de comportas do Cais Mauá e decreta situação de emergência. | Foto: Alex Rocha/PMPA

Redação PIXTV (Site)

2 de maio de 2024

atualizado às 10:35

Em meio aos temporais que atingem o Rio Grande do Sul desde o início da semana, a prefeitura de Porto Alegre iniciou nesta quinta-feira (2) o fechamento de comportas de segurança do Cais Mauá. O processo começou pelos portões 3 e 4, localizados na altura do pórtico central.

A medida, definida nessa quarta-feira (1º) em conjunto com os órgãos de pronta-resposta no Centro Integrado de Coordenação de Serviços, tem como base as previsões de elevação do nível do Rio Guaíba nos próximos dias.

A aferição mais recente foi de 2,63 metros às 6h15 no Cais Mauá, onde a cota de alerta é de 2,5 metros e a cota de inundação é de 3 metros.

Na região das Ilhas, consideravelmente mais baixa, a aferição mais recente foi de 2,18 metros às 6h30. No local, a cota de alerta é de 2 metros e a de inundação, 2,20 metros.

Segundo a prefeitura, a área também será foco de ações nas próximas horas.

Cheia iminente

MetSul Meteorologia classificou a possibilidade de cheia do Guaíba como iminente e de grandes proporções, "rivalizando com algumas das maiores da história nos últimos 80 anos". A orientação é que a população das ilhas de Porto Alegre e do Delta do Jacuí iniciem imediatamente os preparativos para remoção de objetos pessoais e para preservar seu patrimônio.

"A tendência é que o nível siga subindo rápida e acentuadamente. As águas dos rios contribuintes (Jacuí, Taquari, Caí, Gravataí e Sinos) tardam até 48 horas para alcançar o Delta do Jacuí, na área de Porto Alegre, mas choveu demais na parte final dessa bacias e a água começa a chegar."

"Quase toda a vazão da chuva já ocorrida ainda não chegou e tem mais chuva extrema para cair nos rios contribuintes, assim o pior da cheia deve ocorrer no final desta semana e na semana que vem na área do Guaíba", concluiu a MetSul.

Situação de emergência

Defesa Civil e Procuradoria-Geral do Município (PGM) vão editar um decreto de situação de emergência de nível 2. O instrumento permite que o Executivo solicite e receba recursos, de forma facilitada, das esferas estadual e federal - além de autorizar o município a mobilizar todos os órgãos nas ações necessárias.

“É de suma importância que as pessoas compreendam que devem buscar um lugar seguro - seja a casa de familiares, ou as estruturas da prefeitura. Já as famílias que estão longe das áreas de risco devem priorizar ficar nas suas residências”, ressalta o coordenador da Defesa Civil de Porto Alegre, Evaldo Rodrigues de Oliveira Júnior.

Acolhimento - A Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), que já tem 29 pessoas abrigadas temporariamente no bairro Restinga, conta também com uma estrutura pronta para uso no bairro Ponta Grossa. O órgão trabalha na definição de um terceiro espaço de acolhimento para a população impactada pelas chuvas.

A Defesa Civil Municipal manterá um posto de comando no bairro Arquipélago. A estrutura será instalada próxima à colônia de pescadores Z5, onde dois ônibus da Carris permanecerão de prontidão para realizar o traslado das famílias em necessidade de acolhimento.

Causa Animal - O Gabinete da Causa Animal (GCA) trabalha para ampliar o número de vagas contratadas emergencialmente pela prefeitura em abrigos.

Educação - Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Smed), as aulas na rede municipal estão canceladas nesta quinta-feira, 2. As escolas manterão regime de plantão para informações e acolhimento de quem necessitar.

Mobilidade e Serviços Urbanos - As equipes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Secretaria Municipal de Serviços Urbanos seguem mobilizadas nas ruas, 24 horas, com o objetivo de reduzir os transtornos causados pelo evento climático à população.

Doações - A população pode contribuir com doações de itens de cama (colchões e lençóis de solteiro, fronhas), produtos de higiene e limpeza (sabonetes, escova e pasta de dente, papel higiênico, shampoo, toalhas de banho) água, copos plásticos e ração para cães e gatos.

O ponto de coleta é o depósito da Defesa Civil Municipal, localizado na rua La Plata, 693. Os itens serão recebidos entre a quinta-feira, 2, e sexta, 3, das 9h às 12h e entre 13h30 e 18h.

Com informações da Agência Brasil e Prefeitura Municipal de Porto Alegre

VEJA TAMBÉM:

DCIM101MEDIADJI_0579
Veja os shows nacionais da 24ª Quermesse de Garopaba (SC)
modelo siteYT (25)
Garopaba (SC): saiba os dias de cada atração da 24ª Quermesse
modelo siteYT (2)
Tombamento de caminhão deixa três feridos em Garopaba (SC)
modelo siteYT (10)
Garopaba (SC): casal é preso por tráfico no bairro Campo Duna
modelo siteYT (2)
Garopaba (SC) abre inscrições para Rainha da XXIV Quermesse
P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E